O advogado e criador de cavalos Leonardo Lamachia foi reeleito como presidente da Federação Brasileira das Associações de Animais de Raça (Febrac) para a gestão 2020/2022. O pleito ocorreu nesta quinta-feira (29/08), durante a 42ª Expointer. Ao seu lado, foram eleitos como vice-presidente, João Wolf (ABCCC); como vice-presidente administrativo, financeiro e patrimônio Valdir Ferreira Rodrigues (ABCZ), como vice-presidente técnica, Elisabeth Cirne Lima (ABCD) e como vice-presidente de eventos e social, Eduardo Finco (NRCCRM). O conselho fiscal da nova gestão reunirá os criadores Ântonio Marcelo Caleffi, Joaquin Villegas, Marcos Tang, Maria Helena Noschang, Rogério Oliveira e Valdecir Folador. A posse da nova diretoria da Febrac deve ocorrer no início em 2020 em data ainda a ser definida.
Segundo Lamachia, muito foi feito nos últimos dois anos em continuidade ao trabalho digno e destacado das gestões que lhe antecederam. Contudo, “há muito a ser feito pelo campo”, reforçou o criador de equinos. Entre as bandeiras da Febrac para a próxima gestão está a adoção de ações e parceria em projetos que buscam maior segurança no campo. “Nesta Expointer, demos um primeiro passo nesse sentido com a criação da coordenadoria para crimes rurais. Mas temos certeza que esse trabalho avançará ainda mais e trará resultados expressivos para todo o Rio Grande”, completou.
Nos últimos dois anos, a Febrac trabalhou em questões importantes relacionadas aos pleitos do agronegócio. Entre as conquistas da federação está liminar que assegurou os embarques de gado em pé por navios cargueiros. “Acredito que, unindo esforços, podemos fazer mais pelo campo. Por isso, precisamos de apoio de todas as associações de raça para que, juntos, possamos lutar pelas demandas que nos unem”, salientou.

Foto: Carolina Jardine

Compartilhe: